Vinho Branco Lune d'Argent 2018

CÓD. 764

DESCRIÇÃO

O “Lune d’Argent”, um corte de 70% Semillon e 30% Sauvignon Blanc, vindo de vinhas com mais de 35 anos de idade, fruto de viticultura orgânica e biodinâmica.
Uma do vinho passa por 6 meses em barricas de carvalho de terceiro uso (nunca utilizam carvalho novo).
Seu cor já denota complexidade, um creme de limão com mel branco. Seus aromas vão de tangerina, limão siciliano, e pomelo rubi, a pêra branca, erva doce e pedra quebrada, uma mineralidade distinta. Um leve toque de salinidade lembra a gente da influência marítima da região (Sauternes fica apenas 70km do Mar Atlántico).

Ficha técnica:

Sobre França

 

 

A França é o mais tradicional produtor de vinhos de qualidade e maior referência em todo o mundo, produzindo uma grande diversidade de estilos, que geralmente servem de inspiração para os vinhos criados em todos os cantos do globo. O país oferece vinhos grandiosos nas mais diversas regiões, ajudando a definir o conceito de terroir. São vinhos franceses feitos para serem servidos à mesa e os melhores são capazes de envelhecer por muitos anos.

O país é um dos maiores produtores e, também, uma das grandes nações consumidoras do vinho. Reconhecida mundialmente como a maior potência vinícola do mundo, a França produz, em média, 4,6 bilhões de litros anualmente, além de ostentar o maior consumo per capita entre todos os países do continente.

Com mais de 15 regiões vinícolas em seu território - entre as quais algumas das mais famosas do mundo do vinho, como Borgonha, Bordeaux, Champagne, Loire, Alsácia Francesa e Vale do Rhône -, a França é um dos países mais cultuados quando o assunto é a variedade de rótulos, graças à ampla diversidade de uvas cultivadas em seus vinhedos.

Castas como a Malbec, Merlot, Chardonnay, Riesling, Pinot Noir, Carmenère e Sauvignon Blanc são responsáveis pela criação de vinhos franceses únicos e incomparáveis, com características peculiares que exprimem da melhor forma as variações de terroirs da França. Os vinhos da França são, sem dúvidas, uma das grandes referências mundiais para a definição deste conceito, chamado 'terroir'.

A tradição vinícola do país é sustentada pelo constante aprimoramento de seus métodos de cultivo e técnicas de vinificação no decorrer dos anos, o que garantiu à França prestígio e reputação indeléveis. Por abrigar muitos dos principais produtores de vinho do mundo em seu território, a França possui centenas de denominações AOC (Appellation d’Origine Contrôlée).

Elaborando vinhos franceses capazes de envelhecer por muitos anos, a França possui o vinho não somente como parte de sua cultura, mas também como parte de sua história.