Espumante Brasileiro Brut Go Up

CÓD. 734

DESCRIÇÃO

GO UP Espumante Brut Branco é o primeiro rótulo brasileiro da linha! 100% Chardonnay, é elaborado na Serra Gaúcha, região reconhecida em todo o mundo pela qualidade de seus espumantes.

Aromático e expressivo, o frescor e o volume em boca são suas principais características. Seu perlage é fino e intenso e o aroma surpreende para um Chardonnay varietal, com notas de flores brancas, mel e physalis. O final é longo e refrescante.

Elaborado pelo método Charmat, GO UP Espumante Brut é super versátil, podendo, além de ser consumido só, harmonizado com canapés, sushis e sashimis e pratos leves elaborados à base de peixes e frutos do mar.

Ficha técnica:

Sobre Brasil

 

 

O Brasil tem sustentado uma crescente melhora na qualidade de seus vinhos. Atingindo um sucesso cada vez maior na produção de rótulos que priorizam a qualidade e a elegância, o país revela uma identidade própria e única em cada variedade elaborada pelas mãos de excelentes produtores. Apesar disso, o consumo de vinhos no país ainda é relativamente baixo. Estima-se que cada habitante brasileiro consome, em média, 1,8 litros da bebida anualmente.

São Paulo e Paraná merecem destaque na produção de vinhos brasileiros, mas a maior parte da produção está concentrada no Rio Grande do Sul.

Apesar da supremacia gaúcha, ainda podem ser encontradas áreas vinícolas em Santa Catarina e no Nordeste. Em Santa Catarina, por exemplo, as uvas possuem maior concentração de aromas, graças ao amadurecimento mais lento que apresentam, condição influenciada pelas altitudes onde os plantios de vinhedos estão localizados, entre 900 e 1.400 metros em relação ao nível do mar.

Já no Nordeste, o maior destaque fica para a região do Vale do São Francisco. Ainda que a área sofra com a baixa incidência de chuvas, as plantações de uvas recebem sistema de irrigação artificial, podendo originar até duas safras por ano.

O Brasil cultiva em seus vinhedos diversos tipos de uvas estrangeiras, entre elas as castas tintas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Tannat, Pinot Noir, Gamay, Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Syrah. Já no caso das uvas brancas, o destaque fica por conta das uvas Riesling, Sémillon, Chardonnay e Trebbiano, além da mais plantada entre todas as outras, a Moscato Branca.

O país tem sido bastante lembrado e comentado quando o assunto envolve vinhos espumantes. O clima tropical quente do Brasil é ideal para o cultivo de uvas ácidas, que denotam um caráter fresco e aromáticopara os rótulos que vem agradando os mais exigentes paladares dos especialistas.

 

 

 

 

 

Sobre Chile

 

O Chile tem surpreendido o mundo com vinhos excelentes, de fantástica relação qualidade/preço e, em geral, inspirados pelos melhores exemplares de Bordeaux, Califórnia e Austrália.

Situado entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes, o Chile é 'protegido' da incidência de pragas conhecidas por atacarem vinhedos e prejudicarem a qualidade das uvas, abrindo espaço para o cultivo de uma ampla variedade de castas e para a elaboração de uma vasta gama de estilos. Alguns têm inspiração mais francesa, enquanto outros são exuberantes e ricos, no estilo do Novo Mundo.

Mais até do que variedade de estilos, há enormes diferenças de qualidade dependendo do produtor, como em toda a América do Sul. Os melhores produtores do Chile fazem vinhos chilenos realmente excelentes, ricos e equilibrados, que merecem altas notas e muitos elogios da imprensa especializada no mundo todo.

Por outro lado — como é normal em várias regiões produtoras de sucesso — há também muitos exemplares abertamente comerciais, sem muitas qualidades, algumas vezes doces e desequilibrados, com forte presença de carvalho. Sendo assim, é preciso estar atento ao nome do produtor.

Os melhores produtores do Chile fazem ótimos vinhos em todas as faixas de preço. Graças a seu sabor, apelo e excelente relação qualidade/preço, os bons vinhos chilenos têm tido um enorme sucesso no Brasil, Estados Unidos, Inglaterra e, hoje, até mesmo em muitos países europeus.

Apresentando uma boa variedade de climas entre suas regiões, que vão do mediterrâneo ao temperado, o Chile possui cerca de 117 mil hectares de vinhedos plantados, dentre os quais metade é ocupada por vinhas da uva Cabernet Sauvignon, já que 70% da produção total do país destina-se a vinhos tintos.

Graças ao seu solo, clima e localização bastante específicos, o terroir expressado pelas uvas pode variar bastante, isto é, a mesma casta pode originar vinhos com caráter bastante distinto, podendo ser mais frutado ou ácido de acordo com a região de cultivo.

Em geral, os bons vinhos chilenos são saborosos e concentrados, cheios de fruta madura, elaborados principalmente com variedades francesas, como a Cabernet Sauvignon, a Merlot e a Sauvignon Blanc.