Vinho Rosé EUA Crane Lake White Zinfandel 2016

Crane Lake

CÓD. 509

DESCRIÇÃO

Recheado de florais, aromas tropicais, baseado em pêssego e cerejas. O sabor é delicado com todas as bagas e os sabores de ervas que se harmonizam para fazer um vinho delicioso e sedoso.

Açúcar residual intenso, pêssego latente, com notas de cítrico.

Perfeito para ser degustado fora das refeições, entradas e pratos suaves. Beira de piscina.

Ficha técnica:

12,5%

12°C a 14°C

78% Zinfandel, 11% Riesling, 8% Barbera, 4% Gewürztraminer e 1% Mixed Wines.

Rose viváz, com reflexos salmão.

Recheado de florais, aromas tropicais, baseado em pêssego e cerejas.

Perfeito para ser degustado fora das refeições, entradas e pratos suaves. Beira de piscina.

É delicado com todas as bagas e os sabores de ervas que se harmonizam para fazer um vinho delicioso e sedoso.

Sobre Estados Unidos

 

 

O prestígio dos vinhos americanos se deve à grande qualidade dos melhores exemplares da região, além da enorme influência da crítica norte-americana de vinhos na atualidade. Tradicionalmente, as grandes especialidades da Califórnia são os excelentes Cabernet Sauvignon e Chardonnay, as duas variedades que, nos anos 70, consagraram a região como uma das zonas produtoras de maior qualidade no mundo, graças a uma famosa e polêmica degustação.

Hoje em dia, estas uvas continuam a ser as mais emblemáticas, embora inúmeras outras variedades sejam plantadas com muito sucesso — como Merlot, Pinot Noir, Syrah, Zinfandel e até Sangiovese entre as tintas, e Sauvignon Blanc, Riesling, Viognier e Pinot Gris entre as brancas.

Apesar de os Estados Unidos serem um dos grandes nomes do Novo Mundo, não são todas as regiões norte-americanas que possuem climas e solos favoráveis para o cultivo de vinhas e a elaboração de vinhos americanos. As regiões de grande importância para a vinicultura do país concentram-se, exclusivamente, na Costa do Pacífico.

Entre as áreas de maior destaque estão a Califórnia e os estados de Washington e Oregon. A Califórnia é responsável pela produção de 90% de todo o vinho norte-americano, sendo os rótulos elaborados com as uvas Cabernet Sauvignon e Chardonnay considerados excelentes.

Já o estado do Oregon, de clima mais frio, destaca-se pela produção de ótimos vinhos Pinots Noir e Chardonnay, classudos e elegantes quando elaborados pelos melhores produtores. Em Washington, o destaque fica com a uva Riesling, que tem obtido bastante sucesso na região, sendo utilizada na elaboração de ótimos e encantadores vinhos americanos.