Os Espanhóis da Dreo

A Espanha é a terra das artes de Picasso e Gaudi, da mística do Caminho de Santiago, do flamenco, das touradas, das deliciosas tapas e também de alguns dos melhores vinhos do planeta. 
 

O país de Penélope Cruz se destaca por seu terror característico, apreciado no mundo todo. Estamos falando do terceiro maior produtor mundial de vinhos, atrás apenas de Itália e França, com um impressionante volume de 4,4 bilhões de litros da bebida sagrada produzida anualmente.
 

Tempranillo, Airén, Albariño e Verdejo são as uvas cultivadas no país de maior tradição e sucesso. A campeã Tempranillo se adaptou perfeitamente ao terroir da região de Rioja. Com corpo médio, os vinhos produzidos a partir da uva são carregados em taninos e acidez, além do aroma de frutas vermelhas. Quando envelhecidos, também trazem notas de frutas secas, madeira, tabaco e ervas.

Bem, agora que você já sabe um pouco mais sobre os vinhos espanhóis, chegou a hora de conhecer uma seleção especial com alguns dos mais marcantes Espanhóis da Dreo!

 

Vivanco Crianza 2016

Os vinhos da bodega Vivanco nascem nos vinhedos: ali, as uvas são colhidas manualmente e armazenadas em pequenas caixas para evitar a ruptura de bagos e garantir a integridade da fruta. Depois, as uvas permanecem por 24 horas em uma sala para que possam arrefecer e chegar à temperatura de 3ºC. Um cuidado primoroso percebido na experiência de provar os produtos da Vivanco.
 

9/2 Nueves Dos Tempranillo 2018

Ocupando quase metade da grande região de Castilla-La Mancha, a área vitivinícola de La Mancha cobre uma vasta extensão do planalto central ibérico, e faz fronteira com Valência e Múrcia a leste, Extremadura a oeste, Andaluzia ao sul e Madri para o noroeste.

Viña Cubillo Crianza 2011

Envelhecido 3 anos em tradicionais barricas de carvalho e outros dois anos em garrafa antes de ser comercializado, é para Robert Parker, "um vinho realmente notável pelo que custa". Trata-se de um vinho "potente, suculento e fresco" para James Suckling, que concedeu nada menos que 95 pontos para a safra de 2011.
 

Viña Tondonia Reserva 2007

O espetacular Viña Tondonia Reserva 2007 é para Robert Parker, que classificou o tinto com 96 pontos, "um dos melhores dos últimos tempos". Elaborado com uvas do melhor vinhedo de Haro, localizado em um meandro do rio Ebro, é provavelmente o mais tradicional e emblemático entre todos os vinhos da Rioja. 
 

Aproveitamos para convidar você para acessar www.dreo.com.br, conhecer um pouco mais da nossa história e aproveitar a curadoria caprichadíssima que nossos Dreólogos trazem todas as semanas!